LIDERANÇA E ESPIRITUALIDADE

Guilherme Gimenez: Pastor, Professor, Teólogo e Maratonista

Mês: março 2020 (page 1 of 2)

“LIÇÕES APRENDIDAS COM O CORONAVIRUS”

*Lição  11 – Obedeça e pronto

Há pessoas que tem uma dificuldade natural para obedecer a qualquer ordem. Elas se sentem sempre ofendidas quando alguém lhes impõe uma regra. E são essas as pessoas que mais estão sofrendo diante das imposições que o COVID-19 trouxe a todos nós. Tenho visto pessoas desafiando as regras, se colocando acima delas e dizendo que não obedecerão. Tais pessoas, como é seu costume, estão conjecturando, discutindo e mostrando sua incapacidade de simplesmente obedecer. Se há uma regra, simplesmente obedeça. É assim que um cristão age, se submete à autoridade e obedece. A única exceção é quando uma regra fere à Lei perfeita de Deus expressa na Bíblia. Mas, pelo visto, vivemos dias em que as regras impostas não estão em desacordo com a Bíblia, pelo contrário, são favoráveis à mesma pois como cristãos em sociedade vivemos  para ser bênção na vida de pessoas, e ficando em casa, estamos dando uma demonstração real disso. Ninguém pode sair. Obedeça e pronto.

4+

“LIÇÕES APRENDIDAS COM O CORONAVIRUS”

*Lição  10 – Valorize as pequenas coisas

Muitas mortes e muitos infectados. Essa é a informação que mais valorizamos nesses dias. E por valorizarmos isso, ficamos assustados, chateados e sem esperança. Mas, existem outras coisas acontecendo e que podem e dever ser valorizadas também. Há gestos de vizinhos preocupados com os idosos que deve ser valorizado. Há o esforço de profissionais da saúde que deve ser valorizado. Há iniciativas de empresas, do governo e de pessoas bem intencionadas que também deve ser valorizado. E sobretudo existe a sua atitude, o seu gesto, a sua palavra de ânimo. Existe a silenciosa, mas tão importante oração que nos une, nos fortalece e traz esperança. Existe o telefonema, a mensagem de whatsapp, o oferecimento de ajuda e tantas outras pequenas coisas que devem sim ser valorizadas. Diante do caos há coisas boas acontecendo. Podem ser pequenas, mas são boas o bastante para serem valorizadas.

3+

“LIÇÕES APRENDIDAS COM O CORONAVIRUS”

*Lição  9 – comemore

Hoje é dia de comemorar o aniversário da minha querida esposa! Mas como celebrar diante de um cenário tão complicado? Nós celebraremos em casa. Sozinhos. Mas celebraremos porque a vida deve ser celebrada mais do que qualquer outra coisa. Celebraremos porque apesar de lutas nós estamos juntos. Celebraremos porque Deus é conosco e chegamos a mais um dia, mais uma semana, mais um ano. Celebraremos porque a dor não é maior do que a alegria e nem maior do que a esperança. Então, hoje é dia de celebrar. E o faremos com gratidão a Deus por mais um ano de vida. E aqui vai uma lição: a celebração pode até ser diferente, mas não deixa de ser uma celebração. As barreiras até podem existir, mas ainda assim celebraremos, como podemos, sem perder a razão de toda a celebração que é a vida de alguém que amamos. Parabéns Nívia, minha amada esposa. Grande celebração para todos nós!

4+

“LIÇÕES APRENDIDAS COM O CORONAVIRUS”

*Lição  8 – Adaptação

Aprender a se adaptar não é fácil. E se tem algo que estamos sendo obrigados a fazer é a nos adaptar. Precisamos demais disso. Rotinas novas, agenda totalmente reformulada e uma série de coisas que nunca pensamos fazer, agora estamos sendo obrigados a incluir em nossa rotina. Deus está dando a cada um de nós a oportunidade de desenvolver essa capacidade de adaptação. Ela é necessária, ainda que dura. E para ajudar nesse processo, é muito importante você e eu lembrarmos que ao nos adaptarmos estamos descobrindo potencialidades novas, desenvolvendo habilidades diferentes e manifestando nosso potencial de inovarmos. É hora de nos adaptarmos. E para incentivo, fica o exemplo do próprio Jesus Cristo que sendo Deus se fez homem, adaptando-se à humanidade, e provando que é possível sim adaptar-se e viver em plenitude diante de uma nova situação.

7+

“LIÇÕES APRENDIDAS COM O CORONAVIRUS”

*Lição  7 – Ajude alguém

Sejamos honestos: como ajudar o outro se nós mesmos estamos precisando de ajuda? Como animar alguém se estamos desanimados? Parece impossível, não é mesmo? Mas, acredite, todos podemos ajudar alguém, até mesmo quando não encontramos força para isso. Como? Permitindo que a esperança seja abundante em nós. Quando mais tivermos esperança, mais conseguiremos ajudar o outro. A Bíblia diz que Deus pode nos fazer abundar em esperança (Romanos 15:13). É com essa esperança abundante que conseguiremos seguir em frente, e mais do que isso: ajudar o outro. Encha seu coração de esperança, e você terá uma palavra abençoadora a dar, um conselho, um incentivo e até mesmo o encorajamento que muitos ao seu redor precisam receber.

8+

“LIÇÕES APRENDIDAS COM O CORONAVIRUS”

*Lição  6 – Aprenda a esperar

Mais um dia de isolamento. Quando isso irá parar? Talvez seja essa sua pergunta. E ela é muito justa. Muitos já não aguentam mais a espera, mas ela é fundamental para alcançarmos o objetivo que é o de conter o COVID-19. Nesse processo de espera se faz necessário disciplinar os pensamentos e sentimentos. E para tanto, a esperança se torna nossa companheira. É ela quem nos ajudará a olharmos para o futuro e enxergarmos o cuidado de Deus e a solução para todos esses problemas. A Bíblia diz em Romanos 8:25 que: “Se esperamos o que não vemos, com paciência o esperamos”. Viu a relação entre esperar e ter paciência? Tendo esperança seguiremos firmes e aguentaremos aguardar o dia tão aguardando quando diremos: “Acabou! Já podemos sair de casa…”

7+

“LIÇÕES APRENDIDAS COM O CORONAVIRUS”

*Lição  5 – Não se desanime

Diante de tantas notícias ruins é natural ser vencido pelo desânimo. Já são dias de notícias ruins, parece que nada de bom acontecerá. Mas, se mantermos esse pensamento, daqui a pouco não teremos mais qualquer energia para lidar com as situações novas e lidar com todos os problemas que ainda chegarão. O segredo é não permitir-se chegar ao desânimo. E para isso, há um conselho especial da Palavra de Deus que diz: “Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança, porque fiel é o que prometeu.” (Hebreus 10:23). Esse texto nos desafia a manter firme a nossa esperança, pois temos a certeza de que Jesus, quem promete estar conosco sempre, nos dará a força e ânimo suficientes para seguirmos em frente e superarmos todas as barreiras. Não permita que o desânimo vença você: multiplique esperança!

6+

“LIÇÕES APRENDIDAS COM O CORONAVIRUS”

*Lição 4 – Não posso sair de casa


Uma das estratégias mais eficazes de controlar e impedir o avanço do Coronavirus é o isolamento social. Para alguns isso é maravilhoso. Para outros um verdadeiro castigo. Mas, gostando ou não, ficar em casa é algo com o que teremos que nos acostumar nos próximos dias. E, para ficar em casa, será necessário diminuir o ritmo, reaprender a conviver, inaugurar uma rotina totalmente nova. E, sem sair de casa, a convivência forçada pode gerar ruídos e stress, afinal, não é período de férias, é período de trabalho, de pressão financeira, e nesses períodos alguém pode dar uma palavra atravessada, pode ficar chateado além da medida e  o ambiente doméstico acabará se transformando em lugar de grande pressão, tristeza ou até ira. Em situações assim precisamos de paz. Uma casa sem paz será lugar de difícil convivência. Então, te desafio a vivenciar o que Jesus Cristo prometeu em João 14:27 – “Eu lhes deixo um presente, a minha plena paz. E essa paz que eu lhes dou é um presente que o mundo não pode dar. Portanto, não se aflijam nem tenham medo.” Que tal reunir a família e juntos ler esse texto e pedirem a paz de Jesus? Com certeza ficar em casa será uma experiência prazerosa e de grande alegria. 

11+

“LIÇÕES APRENDIDAS COM O CORONAVIRUS”

Lição 3 – Quando o pior chega

Os últimos dias foram de notícias ruins. Uma pior que a outra. Chego a pensar quando ouviremos alguma coisa boa, do tipo: “Acabou! Voltem à sua rotina…” Cada notícia parece mais assustadora, aumentando ainda mais nossa tristeza e preocupação. Mas, será que o pior já chegou? Não sabemos. Alguns acham que as notícias serão ainda piores, causando mais tristeza e dor. O que fazer enquanto aguardamos pelo pior? Se desesperar? É claro que não, isso sugará nossas últimas forças e acabará totalmente com nossa disposição de lutar. O que fazer então? Aconselho aumentarmos nossa fé e desenvolvermos nossa confiança em Deus. É momento de encarar o pior com o melhor, e o que poderia ser melhor senão o cuidado de Deus e sua esperança. Lembre-se do que o Salmista disse no Salmo 91:2 – “Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio”. Quando o pior chega é importante recebe-lo com confiança, esperança e fé. E isso só encontraremos em Deus, nossa fortaleza. 

7+

episodio 1 – Esperança diante do corona virus

Esperança diante do corona virus

Pr Guilherme Gimenez
Igreja Batista Betel

3+
« Older posts