(Por Guilherme Gimenez)

Bem no meio de uma festa de casamento fomos surpreendidos com um alarme de incêndio que fez todos entrarem em alvoroço. A brigada de incêndio apareceu e começou a ajudar as pessoas a utilizarem as saídas de emergência, e uma delas foi por onde saí. Depois de alguns minutos fomos convidados para retornar à festa pois o alarme disparou sem qualquer ameaça de incêndio. Tentei retornar pela mesma porta mas ela estava trancada, só abria por dentro. Então, fui obrigado a retornar pela porta por onde entrara na salão de festas pela primeira vez. Essa experiência se transformou em uma analogia para minha vida. Diante de algumas situações difíceis nós tentamos vários tipos de solução, algumas que aparentemente são corretas (como entrar pela mesma porta por onde saímos), mas que se mostram totalmente equivocadas. Nem todas as “saídas” são viáveis e até mesmo possíveis. Então, caso sua tentativa de solução de um problema esteja esbarrando em uma porta fechada, não perca seu tempo insistindo e sim tente outra porta. Peça o discernimento a Deus, e lembre-se que a porta que Deus abrir, essa ninguém poderá fechar: “eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar”(Apocalipse 3:8b)

+8