“Declara-me inocente, ó Deus! Defende-me desse povo mau, livra-me dos falsos e injustos” (Salmo 43:1)


“Sou inocente” gritava o rapaz que já começava a ser linchado por moradores que o pegaram enquanto corria. Poucos minutos depois chega a polícia mas já era tarde. E não é que ele era inocente mesmo? Poucas horas depois o criminoso foi preso e toda uma população teve que lidar com o péssimo sentimento de sangue inocente nas mãos. Não são poucas as pessoas declaradas culpadas sem na verdade nunca terem cometido o crime. Os julgamentos humanos não são perfeitos. Por isso mesmo só Deus para nos livrar dos falsos e injustos e garantir a nossa inocência. Que Deus nos livre tanto de sermos injustos para com os outros e de sermos injustiçados.

+5